HUGO QUER RESGATAR REFERÊNCIA EM CAPTAÇÃO DE ÓRGÃOS

HUGO QUER RESGATAR REFERÊNCIA EM CAPTAÇÃO DE ÓRGÃOS
Foto: Comunicação Setorial da SES-GO

Unidade já chegou a captar mais de 100 órgãos durante um ano

Profissionais da área médica e de enfermagem do Hospital de Hospital de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo), em Goiânia, unidade da Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), participam, ao longo desta semana, do curso de Capacitação do Diagnóstico de Morte Encefálica. O hospital, que já foi referência nacional em captação de órgãos, tem como missão definida pela atual direção, reaver o título, perdido por administrações passadas da unidade.
 
“Nós estamos aqui para fazer o máximo pelos nossos pacientes, da forma mais humana, doando o máximo de nós, com empatia. Esta capacitação é realizada justamente para que nossos profissionais sejam cada vez mais capacitados e atualizados quanto ao tratamento que evolua para uma possível doação de órgãos”, descreveu a diretora-geral do Hugo, Dulce Xavier.
 
O curso é ministrado por técnicos da Gerência de Transplantes da SES-GO e tem duração de 8 horas aulas. Ao todo, 24 profissionais médicos e enfermeiros participam das duas turmas, em dois períodos distintos. O curso se iniciou na quarta-feira, 19, e se encerra no dia 21 de fevereiro.
 
A atividade contempla aulas sobre legislação, regulamentação, protocolos clínicos e de procedimentos. “Desde a comunicação aos familiares do paciente sobre o início do Protocolo de Morte Cerebral, até informar sobre a opção de doarem órgãos, cada um no hospital tem o seu papel. O primordial para que tudo ocorra é que o trabalho seja humanizado”, descreveu o neurocirurgião Lórimer Carneiro, durante a palestra.